Fui convidada para passar oo Natal na casa de uma galera que mora no Centro de Dublin. A festa era organizada por brazileiros, mas teria gente de todas as nacionalidades. Bom, antes de prossegir, isso é um fato verídico que aconteceu comigo no natal, não é uma piada como pode paracer. Enfim, fui para a festa, toda produzida, vestido preto, bota, como não me arrumava pelo menos umas semanas. Cheguei na festa dei de cara com uma menina, linda, coreana, parecia gostar de rock pelo estilo. Nunca fui muito de reparar em meninas de olhinhos puxados, mas ela me chamou atencão. Ah, outro fato sobre a festa é que podia-se contar nos dedos o número de héteros. Com esses dados na mão, conclui que a menina em questão era lésbica ou no mínimo gostava de meninas. Papo vai, papo vem, fiquei com a menina. Trocamos um beijos, umas carícias mais quentes e tal. Adorei o beijo dela e queria ficar com ela mais um tempo. Mas ela teve que voltar em casa para fazer algo que eu não lembro, pois essa altura do campeonato, eu já estava um pouco alta. Ela se foi e fiquei naquela, sem vontade de ficar com outra pessoa, pois não tinha achada mais ninguém legal e com desejo de fazer um sexo bem gostoso ou algo perto disso, pois já fazia um tempo que eu estava apenas na mão. Segui bebendo e bebendo… Foi quando ela voltou, com outra roupa e tal, não entendi o motivo, mas quando vi já agarrei e dei um beijo nela. Ela me beijou, mas foi um beijo estranho. Ela ficou me olhando e depois me beijou novamente. Ficamos por mais um tempo e depois quando paramos, ela me perguntou quem eu era. Como assim? Ela ficou puta, pois achei que ela era outra pessoa! Na boa, elas são todas iguais, parecem todas nascidas do mesmo pai, não tem como reconhece-las. Sem contar que pelo nome pior ainda saber quem é quem. Enfim, a outra menina não voltou e voltei puta! Depois, no outro dia, pedi as fotos da festa e vi as duas e mesmo assim ainda achei iguais. Não foi culpa do álcool!!!

Anúncios